TJ/RJ realiza Casamento Comunitário no Dia da Justiça

10/12/2010

Ao som de “Chuva de Prata”, cantada pelo coral “Felicidade” da Mútua dos Magistrados, cerca de 25 crianças abriram o “Casamento Comunitário” deste ano, promovido pelo TJ/RJ, seguidas depois, por 38 casais que entraram no auditório da Associação dos Magistrados do Estado do Rio (Emerj), tendo ao fundo a tradicional “Marcha Nupcial”. O evento aconteceu nesta quarta-feira, durante as comemorações do “Dia da Justiça” (8 de dezembro), e foi o primeiro, de um total de três, que estão sendo realizados este ano na Semana da Justiça. Ao todo, 117 casais estão regularizando as suas situações matrimoniais.

A cerimônia foi celebrada pelo juiz Paulo Roberto Sampaio Jangutta, do VII Juizado Especial Cível da Capital, que de maneira descontraída, foi chamando um por um para o oficial “sim”. O magistrado começou o evento falando da importância dos vários projetos desenvolvidos pelo Departamento de Avaliação e Acompanhamento de Projetos Especiais (Deape), entre eles, o “Casamento Comunitário”, que existe desde 2005 e faz parte das atividades do “Programa Justiça Cidadã”, que tem como objetivo aproximar o Poder Judiciário da sociedade através de ações educativas. “É uma festa emblemática e a Justiça quer nos mostrar como é fácil e simples realizar eventos como este”, afirmou o juiz, que parabenizou a todos os casais presentes, desejando-lhes felicidades.

Josilândia do Espírito Santo (38 anos) e Jicélio Matias de Souza (43) estão juntos há sete anos e têm quatro filhos em comum. Contam, emocionados, que este é um sonho antigo, que não foi realizado antes, por falta de recursos financeiros. E ela, que está na sua 10ª gravidez e trabalha no Projeto “Pais Trabalhando”, disse ser este “um dos momentos mais felizes” de sua vida.

A auxiliar de serviços gerais do TJ, Janaína de Oliveira (43), vive há 22 anos com Graciano Moreira, e resolveu também se inscrever no Casamento Comunitário deste ano, sendo uma das contempladas. Mãe de um casal de gêmeos de 10 anos e de um rapaz de 15 anos, falou também estar muito feliz e emocionada pela oportunidade. “Você mora junto, mas o casamento é diferente. Não importa quando ele aconteça, né!”, disse a sorridente noiva.

Outro grupo também muito empolgado era o dos três irmãos Gilvan, Tatiane e Viviane, que juntos resolveram formalizar as suas uniões. Moradores de Santa Cruz e de Campo Grande, foram os últimos a chegar à cerimônia devido à distância, mas isto não os impediu de realizarem algo que há muito tempo desejavam. E, diante do juiz disseram o “sim”. Contam que foi o casal Viviane da Silva Mota (23 anos) e Luiz Paulo Felício de Oliveira (23), com dois anos de convivência, que resolveu primeiro se inscrever, tendo como inspiração uma amiga, que já tinha casado no ano passado no TJ. Depois vieram Tatiane da Silva Mota (28) e Celso Barros do Nascimento (32), 10 anos de convivência e dois filhos ; seguido de Gilvan da Silva Mota (23) e Viviane Oliveira da Silva (23), juntos há três anos, com dois filhos dele da primeira união. “Vamos recomendar aos nossos amigos que estão na mesma situação”, comentou a empolgada Viviane.

Participaram também da cerimônia de Casamento Comunitário na Emerj, a desembargadora Cristina Tereza Gaulia (idealizadora do projeto) ; a juíza Gilda Maria Carrapatoso (coordenadora do projeto e da cerimônia) ; o desembargador Antonio Saldanha Palheiro e a diretora do Deape, Rosiléa Di Masi Palheiro, além dos padrinhos simbólicos, o juiz Gilberto de Mello Nogueira Abdelhay Junior e a esposa Andrea Bruce Abdelhay, e o oficial de justiça avaliador Claudio Henrique de Oliveira e a esposa Valeria Cristina Gomes Paysan. Todos, além de darem os parabéns e desejarem felicidades, enalteceram a importância do evento. Especial também para os magistrados que vêem neste evento um momento de descontração, e que podem sair da rotina mais formal do fórum.

O evento teve ainda a homenagem especial e a entrega de flores para a desembargadora Gaulia, por sua dedicação aos projetos sociais do TJ, e para Regina Lúcia Melo de Almeida, assistente social do Deape, por sua aposentadoria. O casamento comunitário contou também com a parceria da Defensoria Pública Geral do Estado e apoio dos Registros Civis de Pessoas Naturais (RCPNs) da Capital e dos fóruns envolvidos, além da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) e da Mútua dos Magistrados. O Coral Felicidade, coordenado pela desembargadora aposentada Aydée Parreira Bittencourt e regido pelo maestro Wellington Ferreira, finalizou o evento com a música “Carinhoso”, de Pixinguinha. Em seguida, os 38 casais receberam um bolo e cestas básicas, oferecidos pela Amaerj, além da certidão de casamento.



{ 13 Comentário }

ALEXSANDER DE OLIVEIRA dezembro 27, 2010 às 16:40

QUERO ME CASAR MAIS NÃO CONSIGO FAZER A ESCRIÇÃO SERÁ QUE ALGUEM PODE ME AJUNDAR ?

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

ALEXSANDER DE OLIVEIRA dezembro 27, 2010 às 16:44

QUERO FAZER MEU CASAMENTO COMUNITÁRIO , MAIS NÃO CONSIGO FAZER A INSCRIÇÃO SERÁ QUE ALGUEM PODE ME AJUDAR ?

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

PAMELLA janeiro 9, 2011 às 23:05

Quero saber quando vai começar as inscriçoes para o casamento comunitario de 2011 ,moro em Varzea Grande, MT

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

Priscila Aparecida janeiro 11, 2011 às 13:02

POR FAVOR GOSTARIA DE SABER COMO FAÇO INSCRIÇÃO PARA O CASAMENTO COMUNITÁRIO PARA MAIO DE 2011, MORO EM SÃO PAULO.

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

marilei camargo janeiro 14, 2011 às 16:32

gostaria de saber como faço a iscriçao p o casamento comunitario ja o proximo mes marcio

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

sonia paula janeiro 19, 2011 às 19:10

olá também gostaria de saber como faço para fazer a inscrição do casamento moro na região metropolitana de curitiba qual seria a data mais próximo aonde será realizado quanto paga…

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

eliane fevereiro 23, 2011 às 17:18

gostaria de me escrever no casamento comunitário 2010. como faço moro no rj taquara. obrigado

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

Monique abril 11, 2011 às 20:54

Quero me casar, e me interessei por esse casamento comunitario…vi que precisa se inscrever, gostaria de saber cmo é feito…obrigada!!!

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

MARCIA SANTOS abril 28, 2011 às 19:19

BOA NOITE QUERO SABER COMO FAÇO MINHA INSCRIÇÃO PARA CASAR MORO EM REALENGO E QUERIA MIM JUNTAR PARA REALIZAÇÃO DESSA CERIMONIA POR FAVOR RESPONDA E TIRE AS MINHAS DUVIDAS SOBRE COMO É CASAR EM COMUNIDADE. DESDE JÁ AGRADEÇO .

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

Carla maio 17, 2011 às 17:54

Olá, boa tarde.
Moro no Novo mundo em Ctba e gostaria de participar do casamento comunitário.
Qual a data mais próxima para o evento? e como faço para me inscrever?
Obrigada.

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

cleonice penha maio 23, 2011 às 09:26

ola eu quero participar do casamento comunitario mais nao consigo a via original do meu certidao de nascimento e a do meu esposo.. oque eu faço?

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

jucimara cordeiro junho 6, 2011 às 12:34

Qro saber qndo terá o casamento comunitário deste ano (2011) e onde será.
Eu moro em curitiba-pr.

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

Jirlane junho 10, 2011 às 17:59

Olá gostaria de saber como faço a Iscriçao para o casamento comunitario no RJ capital ??
e onde eu me escrevo ??
obriagdooo ..^^

Os comentários às matérias e artigos aqui publicados não são de responsabilidade do Advonews nem refletem a opinião do site.

Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: