Projeto Inclui Linha Chilena em lei que Proibiu Cerol

21/12/2010

Ainda mais perigosas que o já banido cerol, as linhas chilenas, feitas com uma mistura de quartzo moído e óxido de alumínio, estão próximas de também serem proibidas no estado. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira (21/12), em primeira discussão o texto que atualiza a lei que proibiu o uso de cerol nas linhas de pipa, vedando também o uso da linha chilena. “Esta nova linha com potencial de corte muito alto, já causou várias mortes, e vem causando grande preocupação, principalmente para os motoqueiros”, informa o autor da proposta, deputado Caetano Amado (PR). Ele diz ainda que a linha chilena, inicialmente importada, já vem sendo preparada no estado.



Comentários estão encerrados.

Previous post:

Next post: